fbpx

BLOG HOSPITAL


Notice: Undefined variable: blog_use_dash in /var/www/vhosts/hospitalamerica.com.br/httpdocs/wp-content/themes/medicare/views/post-list-standard.php on line 25

Notice: Undefined variable: blog_use_dash in /var/www/vhosts/hospitalamerica.com.br/httpdocs/wp-content/themes/medicare/views/post-list-standard.php on line 25

Notice: Undefined variable: blog_use_dash in /var/www/vhosts/hospitalamerica.com.br/httpdocs/wp-content/themes/medicare/views/post-list-standard.php on line 25
Site-Keepnpop-doenças-primavera-15.10.2019.png

24/10/2019

A primavera chegou, trazendo tempo seco e aumento da concentração de poluentes e pólen no ar. Por isso, nesta época do ano, são necessários cuidados específicos com a saúde. Confira a seguir dicas e informações relacionadas à estação.

  • Clima seco e contato com o pólen das flores são fatores predisponentes de doenças que acometem as vias aéreas, como rinite, sinusite, asma brônquica e pneumonias;• Mudanças bruscas de temperatura e na umidade do ar contribuem para o surgimento de patologias como faringite, laringite, asma, pneumonia, amidalite e otite;• Pacientes com doenças crônicas podem precisar de acompanhamento ambulatorial. É recomendado evitar aglomerações e manter as vacinas em dia, principalmente crianças e idosos. Fique atento a qualquer sinal de acometimento das vias aéreas;

    • Tenha uma alimentação equilibrada (carnes, frutas e legumes) e mantenha-se bem hidratado;

    • Use roupas leves, chapéus, bonés e protetor solar diariamente (independentemente de exposição direta ou indireta aos raios solares);

    • Evite exposição à luz solar das 10h às 15h (luz ultravioleta). Nos dias secos, use umidificador de ar nos ambientes. E não se esqueça da manutenção do filtro do ar-condicionado (fonte de bactérias).

Dr. Reginaldo Amaral Batista, pneumologista e prestador de serviços no Hospital América de Mauá | CRM 43636

Saiba mais em: https://www.keepnpop.com/2019/10/doencas-da-primavera.html



Notice: Undefined variable: blog_use_dash in /var/www/vhosts/hospitalamerica.com.br/httpdocs/wp-content/themes/medicare/views/post-list-standard.php on line 25
Site-Opinião-Pública-Bebidas-08.10.2019.png

24/10/2019

É cada vez mais comum entre os jovens o consumo de bebidas alcoólicas misturadas com energéticos. À primeira vista, essa combinação pode parecer benéfica, já que o energético, além de disfarçar o sabor das bebidas destiladas, dá mais energia. No entanto, não é bem isso o que acontece, por isso recomenda-se atenção para os efeitos dessa mistura.

As bebidas energéticas têm como função aumentar o estado de alerta do corpo e da mente e, apesar de sua composição variar de acordo com as diversas marcas disponíveis no mercado, são constituídos basicamente por taurina, cafeína e glucoronolactona.

“A taurina é um aminoácido naturalmente presente no cérebro, nos músculos e no coração. Sua função é elevar a força de contração do músculo cardíaco e acelerar a ação da insulina, aumentando o metabolismo da glicose (açúcar) e o anabolismo. Já a cafeína é classificada como xantina, também presente em tecidos do corpo humano, e atua principalmente sobre o sistema nervoso central e cardiovascular, melhorando a memória, o raciocínio, a força de contração do músculo cardíaco e provocando dilatação dos vasos periféricos. A glucoronolactona, por sua vez, é uma substância sintetizada em nosso corpo a partir da glicose e auxilia nos processos de eliminação de toxinas endógenas e exógenas. Na atividade física, ela age como um desintoxicante, diminuindo a fadiga e melhorando a performance. Como a glucoronolactona é um tipo de carboidrato biossintetizado a partir da glicose, pode ser encontrado também no vinho tinto, em cereais, na maçã e na pêra, sendo essencial para a desintoxicação e o metabolismo no fígado de uma ampla variedade de xenobióticos e medicamentos, posteriormente excretados (liberados) na urina”, explicou o Dr. Eduardo Moreira dos Santos, cardiologista clínico e intervencionista e prestador de serviços no Hospital América de Mauá.

Nos rótulos de bebidas energéticas é explícita a recomendação de não ingeri-las com nenhum tipo de bebida alcoólica, mas frequentemente são consumidas com vodca e whisky. “Essa mistura é dose-dependente, isto é, a dose ingerida está diretamente relacionada com seus efeitos, que também são influenciados pela tolerância de cada indivíduo. No geral, o consumo acima de 500 ml de energético em um curto espaço de tempo o torna prejudicial”, afirmou.

http://www.portalopiniaopublica.com.br/noticia/3576/medico-do-hospital-america-de-maua-alerta-para-mistura-perigosa-de-bebidas-alcoolicas-e-energeticos.html

 

 

 

 



Notice: Undefined variable: blog_use_dash in /var/www/vhosts/hospitalamerica.com.br/httpdocs/wp-content/themes/medicare/views/post-list-standard.php on line 25
Portal-ABC-caminhada-24.10.2019.png

24/10/2019

O Hospital América foi um dos patrocinadores da 4º Caminha Outubro Rosa, organizada pela Academia Rytmos. Realizado no domingo (13), em Mauá, o evento teve início às 8 horas, com concentração e saída do Parque da Juventude, e contou com a participação de 450 pessoas. Toda a renda arrecadada foi revertida para a Rede Feminina Voluntária de Combate do Câncer Mauá (Refema) e para a ação “Doe lenços, doe alegria”, criada pela enfermeira Talita Romatt.

Após a caminhada, a academia promoveu diversas atividades, como aulas de zumba, fit dance, combate e sorteio de brindes. O principal objetivo do evento foi alertar as mulheres para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

O câncer de mama é um tumor maligno causado pela multiplicação anormal das células da mama e, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), é a neoplasia de maior incidência entre a população feminina mundial. No Brasil, estimam-se 59.700 novos casos para 2019, isto é, 56,33 casos a cada 100 mil mulheres. O acompanhamento com o ginecologista deve ser anual e, a partir dos 40 anos, o exame de mamografia também deve ser feito anualmente.

Para evitar que as mulheres que não possuem plano de saúde sofram com a demora no atendimento dos serviços do SUS em consultas e exames para a prevenção do câncer de mama, do câncer de colo de útero, de doenças da tireoide, da osteoporose e de outras enfermidades, o Hospital América criou o Programa Na Sua Medida para Mulheres. O programa consiste em um conjunto de consultas, incluindo retorno, e até 15 exames com preços acessíveis, para que a população feminina de Mauá e região possa se beneficiar de uma infraestrutura hospitalar de alta tecnologia, com atendimento acolhedor, preciso e confiável durante a realização de seu check-up anual.

 

Leia mais em:

Hospital América promove caminhada Outubro Rosa

 

 



Notice: Undefined variable: blog_use_dash in /var/www/vhosts/hospitalamerica.com.br/httpdocs/wp-content/themes/medicare/views/post-list-standard.php on line 25

Notice: Undefined variable: blog_use_dash in /var/www/vhosts/hospitalamerica.com.br/httpdocs/wp-content/themes/medicare/views/post-list-standard.php on line 25

Notice: Undefined variable: blog_use_dash in /var/www/vhosts/hospitalamerica.com.br/httpdocs/wp-content/themes/medicare/views/post-list-standard.php on line 25
Julho_verde-1200x857.jpg

02/07/2019

O Dia Mundial de Prevenção do Câncer de Cabeça e Pescoço é celebrado no dia 27 de julho. Por esta razão, durante este mês, organizações conscientizam a sociedade por meio da campanha Julho Verde, que visa abordar prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação. “Dados levantados pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA) indicam que o câncer de cabeça e pescoço representa 4% do total de todos os tipos da doença no país”, afirma Rodrigo Perez Ranzatti, cirurgião de cabeça e pescoço do Hospital América, de Mauá.

É definido como câncer de cabeça e pescoço o grupo de tumores malignos diagnosticados na boca, língua, faringe, laringe, esôfago, garganta, nasofaringe e tireoide. Em homens os mais frequentes são os na boca, já em mulheres são os de tireoide. Os principais sintomas são manchas brancas na boca e na garganta, dor na região, lesão ulcerada ou com sangramento e de cicatrização demorada, nódulos no pescoço, mudanças na voz e rouquidão persistente, além de dor e dificuldade para engolir ou para respirar. “É necessária a realização de avaliação clínica por médico especialista, além de exames subsidiários para confirmar o diagnóstico”, comenta o cirurgião.

Os maiores fatores de risco são o tabagismo e o alcoolismo. “Nos casos do câncer de boca, 95% a 97% estão relacionados a eles, além de aumentarem a incidência nas demais regiões da cabeça e do pescoço, como laringe e faringe. Outros fatores de risco estudados são fatores genéticos, exposição ao sol e infecções virais como o HPV e o EBV”, ressalta o especialista.

O papilomavírus humano (HPV) tem contribuído para o aumento dos casos do câncer de cabeça e pescoço, já que se trata de um vírus que infecta a pele e as mucosas, o que pode causar verrugas ou lesões percursoras de câncer, como o câncer de colo de útero, garganta ou ânus. “O HPV é um vírus transmitido pelo contato de pele com pele, o modo mais comum é o ato sexual. A incidência do HPV alterou o perfil dos pacientes com câncer de cabeça e pescoço. Antes, em sua maioria, eram pessoas entre 55 e 60 anos. Com o vírus, a faixa etária diminuiu para 30 a 40 anos, predominam até entre pessoas que não fumam ou bebem”, pontua o médico.

O tratamento do câncer de cabeça e pescoço depende do local afetado, da duração da doença e do tipo de câncer que é tratado, podendo haver necessidade de cirurgia, quimioterapia, radioterapia ou uma combinação delas. “O câncer tem cura, especialmente nos casos em que o diagnóstico é precoce. Por isso, é necessário estar atento aos sinais e sintomas de alarme e procurar um especialista”, lembra o médico.

Evitar o tabagismo e alcoolismo, usar preservativo nas relações sexuais e tratar precocemente lesões pré-malignas que possam aparecer na boca e na garganta, como leucoplasias e eritroplasias, colaboram com a prevenção da doença.

Fonte: https://www.reporterdiario.com.br/noticia/2692431/julho-verde-alerta-para-prevencao-do-cancer-de-cabeca-e-pescoco/

Julho Verde alerta para prevenção do câncer de cabeça e pescoço



Notice: Undefined variable: blog_use_dash in /var/www/vhosts/hospitalamerica.com.br/httpdocs/wp-content/themes/medicare/views/post-list-standard.php on line 25

Notice: Undefined variable: blog_use_dash in /var/www/vhosts/hospitalamerica.com.br/httpdocs/wp-content/themes/medicare/views/post-list-standard.php on line 25

HOSPITAL AMÉRICA

Rua Martin Afonso, 114
Vila Bocaina – Mauá/SP
Telefone: (11) 4544.2085





ACOMPANHE NOSSAS

Redes Sociais






Hospital 2019. Todos os Direitos Reservados.