fbpx
post_colonoscopia-1200x698.jpg

Colonoscopia: Hospital América possui um dos aparelhos mais modernos disponíveis no mercado

A colonoscopia é um exame no qual o colonoscópio, tubo flexível que possui uma câmera em sua extremidade, é introduzido no canal anal, percorrendo todo o intestino grosso e alcançando até a parte final do intestino delgado.  Trata-se de um exame invasivo, que tem a capacidade de, além de fazer diagnósticos, também realizar procedimentos, tais como: retirada de pólipos e cauterizações de lesões. É necessário que o paciente faça um preparo prévio, de limpeza de todos os resíduos sólidos do intestino.

O exame é realizado tanto por endoscopista quanto por coloproctologista especializado em colonoscopia. Qualquer médico, de qualquer especialidade, pode solicitar o exame, porém, mais comumente, o gastroenterologista e o coloproctologista indicam.  “Também faz parte do screening diagnóstico do clínico geral, geriatra, ginecologista, hematologista, entre outros. Oncologistas que estejam acompanhando pacientes em radioterapia para câncer de próstata e colo de útero também solicitam o exame na vigência de sangramento retal eventual nesses pacientes”, comenta a Dra. Maria Bernadette Zambotto Vianna, colonoscopista, prestadora de serviços no Hospital América de Mauá.

A colonoscopia é um exame “gold standard” para rastreamento do câncer colorretal.  Deve ser solicitado a todas as pessoas a partir dos 45 anos. “Em casos de sangramento anal, dor abdominal persistente, diarreia crônica, alteração do hábito intestinal, alteração do calibre das fezes, se faz necessária a investigação por colonoscopia. Segundo a Sociedade Brasileira de Coloproctologia, exames com achados de pólipos devem ser repetidos após 2 anos.  Exames com resultados normais, repetidos após 5 anos”, ressalta a especialista.

Pacientes em quadro agudo de oclusão intestinal (parada de eliminação de gases e fezes), pacientes com status clínico crítico:  cardiopatas descompensados, pacientes com problemas respiratórios graves, pacientes com distúrbios graves de coagulação, bem como aqueles com severo comprometimento renal e hepático, devem ser avaliados na questão risco/benefício com mais rigor. Pacientes acima de 70 anos, obrigatoriamente, devem ser submetidos ao exame em hospital.

O preparo do exame inicia-se na véspera, quando o paciente fica submetido à dieta sem resíduos. “Ainda na véspera, o paciente toma medicamentos laxativos em comprimidos e, no dia do exame, de 4 a 6 horas antes do horário agendado, toma medicamento laxativo potente. O preparo é considerado adequado quando o paciente passa a evacuar um líquido amarelo translúcido, sem resíduos sólidos”, explica a médica.

No exame, o paciente fica sob monitorização cardíaca e de oximetria (valor do oxigênio no sangue), deitado para o lado esquerdo, de pernas fletidas, sob sedação. “O aparelho é introduzido via anal, após toque retal dilatador, percorrendo todos os segmentos do intestino grosso. O médico examinador acompanha a progressão do aparelho através de vídeo. No Hospital América temos o Colonoscópio Pentax EPK– i, de alta resolução.  Um dos aparelhos mais modernos disponíveis no mercado.

Nosso equipamento tem alta performance na realização de procedimentos avançados:  mucosectomias, ESD. Esses procedimentos são feitos para retiradas de grandes pólipos e até tumores em fase inicial. Outro diferencial é em relação ao bisturi de Argônio, que é utilizado nas ressecções de grande porte, além de ser utilizado na cauterização das lesões de reto secundárias à radioterapia em pelve, muito comuns em tratamento para câncer de próstata e de colo de útero”, lembra a doutora.

Estando o paciente bem acordado da sedação, inicia-se uma dieta leve, com ingestão de líquidos, em pequenas quantidades, para testar a tolerância. Após 6 horas, geralmente, o paciente está apto a reassumir seus hábitos alimentares.

Dra. Maria Bernadette Zambotto Vianna | Cremesp 83319 | Coloproctologista e Colonoscopista | Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Coloproctologia | Prestadora de serviços no Hospital América de Mauá.


HOSPITAL AMÉRICA

Rua Martin Afonso, 114
Vila Bocaina – Mauá/SP
Telefone: (11) 4544.2085





ACOMPANHE NOSSAS

Redes Sociais






Hospital 2019. Todos os Direitos Reservados.