fbpx

Blefaroplastia

28/02/2019
post-blefaroplastia-1200x698.jpg

Hospital América de Mauá disponibiliza cirurgia plástica que levanta pálpebras

A blefaroplastia é a uma cirurgia plástica rejuvenescedora da área dos olhos, na qual são retirados os excessos de bolsas de gordura e de pele, melhorando as rugas e a flacidez na região periorbitária (dos olhos). A cirurgia plástica costuma ser procurada por pacientes com mais de 40 anos, e, em alguns casos, acima dos 30. Ela é indicada para quem tem excesso e/ou flacidez de pele nas pálpebras e também para quem tem bolsas de gordura salientes, explica a Dra. Aline Ribeiro de Castro, cirurgiã plástica, prestadora de serviços no Hospital América de Mauá.

Antes do procedimento, é preciso realizar exames de rotina para saber as condições de saúde do paciente e alterações da coagulação. Se necessária, também é realizada uma avaliação com cardiologista e anestesista. Medicações anticoagulantes, como a AAS e anti-inflamatórios, devem ser evitados antes do procedimento. Também é recomendado interromper o tabagismo com pelo menos dois meses antes da cirurgia, ressalta a especialista.

A blefaroplastia é realizada com anestesia local ou anestesia geral, em ambiente hospitalar, e dura por volta de 1 hora a 1 hora e meia. Na cirurgia retiramos o excesso de pele das pálpebras e também o excesso de bolsas de gordura. A posição da cicatriz fica bem favorável e muito discreta, pois fica localizada na dobra da pálpebra superior. As cicatrizes nas pálpebras inferiores são ainda mais discretas, localizadas próximo aos cílios, esclarece a doutora.

No Hospital América de Mauá, os pacientes encontram médicos especializados, centro cirúrgico completo, UTI e equipe multidisciplinar diferenciada para melhor monitoramento em todas as indicações cirúrgicas e com rápida intervenção em casos de intercorrências. A cirurgia no Hospital América é realizada há vários anos, com equipe treinada e com alta segurança para o paciente. A sala de cirurgia é equipada com aparelhos de anestesia modernos para melhor monitoramento dos pacientes. Normalmente, a alta acontece no mesmo dia da cirurgia, com rápida recuperação pós-operatória, pontua a médica.

Pacientes com doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e insuficiência cardíaca descompensadas, devem primeiro controlá-las, para depois se submeterem a cirurgias plásticas. Quem tem distúrbios de visão, como miopia ou hipermetropia, por exemplo, pode fazer a cirurgia sem qualquer problema.

O pós-operatório da blefaroplastia requer alguns cuidados para obtenção de um melhor resultado. O paciente deve usar as medicações prescritas pelo médico de maneira correta. O cigarro pode prejudicar a circulação e a cicatrização, por isso deve ser evitado. A aplicação de compressas frias ajuda a melhorar o edema e a equimose (mancha na pele). O uso de colírios e pomadas oftalmológicas pode estar indicado. O paciente deve fazer repouso e usar óculos escuros para evitar claridade excessiva, comenta Castro.

A blefaroplastia é uma cirurgia de baixo risco para o paciente, porém, como qualquer procedimento cirúrgico, pode ter complicações. Seus principais riscos são efeitos adversos a medicações anestésicas, cicatrizes hipertróficas e hematomas, que eventualmente podem ocorrer. Pode haver ressecamento dos olhos por um período de tempo, necessitando uso de colírios. Pode haver também dificuldade de fechar os olhos, disfunção na pálpebra envolvendo posição anormal das pálpebras superiores (ptose palpebral), pele solta na pálpebra, fechamento inadequado da pálpebra, com exposição da conjuntiva e frouxidão anormal da pálpebra inferior. O tratamento na maioria desses casos é conservador, com massagens e uso de pomadas, finaliza.

Dra. Aline Ribeiro de Castro | Cirurgiã plástica, prestadora de serviços no Hospital América de Mauá | CRM 132103 | Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.


HOSPITAL AMÉRICA

Rua Martin Afonso, 114
Vila Bocaina – Mauá/SP
Telefone: (11) 4544.2085





ACOMPANHE NOSSAS

Redes Sociais






Hospital 2019. Todos os Direitos Reservados.